quinta-feira, 19 de abril de 2018

3 Alternativas para quem não conseguiu o FIES e Prouni

FIES e ProUni são os principais programas educacionais do Governo Federal para estudantes de baixa renda. Contudo, eles não representam o fim da linha para quem não conseguir nenhum dos dois. Existem alternativas muito bacanas para conseguir finalizar a graduação que pagar de forma suave. Confira a seguir.

Não consegui Fies e ProUni. E agora?

São inegáveis as vantagens de conseguir entrar nos programas FIES e ProUni. O ProUni fornece bolsas de estudo parciais ou integrais. Já o o FIES permite financiar todo o curso superior para pagamento após 18 meses de finalizado o curso e com juros mais baixos. Realmente são vantajosos.

Mas não consegui entrar em nenhum dos dois programas oferecidos pelo Governo Federal com parceria do Ministério da Educação não é o fim.  Existem alternativas bem viáveis e elencamos três delas a seguir.

Programa Educa Mais Brasil

Apesar de não fornecer bolsas integrais (100% da mensalidade) o Educa Mais Brasil ainda é um dos programas mais vantajosos para o aluno de graduação. Ele oferece descontos em mensalidades que vão de 25 a 70%. As bolsas são para graduação, pós, ensino médio e recentemente cursos de idiomas e preparatório para concursos públicos.

Um dos pontos mais legais é que o Educa Mais Brasil não precisa da nota do Enem e nem um pré-requisito como ser baixa renda ou ter concluído o ensino médio em escola pública.  É só se cadastrar e através dos seus dados pessoais e o sistema avalia de quanto será o seu desconto.

O do cadastramento é realizada online e o desconto é fornecido na hora. Para ter avaliação do sistema não se paga nada e todos podem realizar o cadastro em qualquer época do ano.

Financiamento Educacional privado

Algumas faculdades e universidades possuem os seus programas de bolsas de estudo próprio. Elas buscam talentos entre os alunos do ensino médio, em especial quem ficou muito bem colocado na prova do Enem e na sua escola.

É preciso para isso garimpar nos sites ou visitar a instituições de ensino e saber quais os seus critérios para bolsas de estudo. Algumas oferecem desconto para atletas em qualquer tipo de modalidade a instituição ou apenas quem passar na seletiva para compor uma equipe oficial.

Nossas faculdades privadas nem de longe chegam aos programa ofertados nos Estados Unidos que oferecem além de bolsa integral nos estudos um salário para os universitários treinar em estudarem. Mas existem bons programas por aqui regulamentados pela Confederação Brasileira de Atletismo e nas federações dos esportes.

Bolsas de iniciação científica

Bons estudantes no ensino médio e mesmo aqueles já na graduação sempre podem ter boas ideias para projetos novos ou já em andamento. As faculdades e universidades valorizam esse tipo de aluno diferenciado e oferecem bolsas de iniciação científica para quem quer pesquisar e dedicar uma parte do seu período universitário em laboratórios com muita leitura e trabalho.

É preciso se inscrever e em muitas delas é necessário a ser matriculado na instituição de ensino. Vale muito a pena para quem quer seguir a carreira acadêmica e quem sabe se tornaram professor das grandes universidades brasileiras. 

Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário